• #
  • Imagem de cabeçalho do site da PROGEL

Área de concentração

O PROGEL é um programa da área de Linguística e Literatura e se concentra nas pesquisas do campo dos Estudos Literários, promovendo o diálogo entre a Literatura e as diferentes manifestações da arte e da cultura, tendo como área de concentração Literatura e Diversidade Cultural, e contando com três linhas de pesquisa com produções vinculadas aos enfoques nos estudos realizados nos projetos de pesquisa dos professores com formação nas Áreas de Literatura, Linguagens e Cultura, absorvendo alguns professores e discentes principalmente dos campos das Artes e das Humanidades, como os historiadores. Em cada uma das linhas, agrupam-se as subáreas, ou temas de pesquisa, que têm sido desenvolvidos pelo seu corpo docente, quase todos em parceria com outras instituições. A área de concentração é Literatura e Diversidade Cultural, articulando projetos de pesquisa com o enfoque sobre os variados aspectos da Literatura em diálogo com a Cultura, caracterizando os traços da diversidade na história cultural brasileira. Privilegiamos as relações teóricas e práticas de leitura e interpretação de obras literárias e acervos culturais do contexto local, em contraponto com os aspectos regionais, nacionais e internacionais, a partir das concepções e métodos contemporâneos dos Estudos Literários. Investigamos os diálogos da Literatura com outras linguagens artísticas com a cultura, a partir de métodos da teoria e da crítica literárias, de processo intersemióticos, da crítica comparada, da análise do discurso com recorrências aos estudos culturais e semiológicos, bem como a outros sistemas críticos que interdisciplinarmente descortinam a problemática da criação, da difusão e da recepção literária. Nesse sentido, discutimos a problemática envolvida nos diálogos entre linguagens verbais e não verbais, discutindo aspectos relativos da literatura com as identidades e memórias representadas na literatura de ficção e não ficção, desconstruindo conceitos, como realidade, verdade, documento, etc., para pesquisar sobre as fronteiras do discurso literário com os de outras artes e de outros campos disciplinares por aproximações em diferença. As variadas questões discutidas integram-se no Programa através de uma questão primordial: a percepção contemporânea da problemática da construção do discurso literário, a partir dos estudos da modernidade na contemporaneidade; ou seja, pensar sobre os conceitos dos fenômenos literários numa dimensão das linguagens e seus deslocamentos na diversidade cultural, desmistificando as definições fixas de cânone, ficção, documento, realidade, origem, etc. A área de concentração em Literatura e Diversidade Cultural busca formar um leitor aberto para compreender as transformações do fenômeno da linguagem literária no campo da cultura, atribuindo-lhe novos sentidos e novas identificações com os traços conjunturais históricos, sociais, políticos, etc. dos contextos de produção, difusão e recepção da literatura. O Programa integra o seguinte escopo artístico e documental em seus projetos de pesquisa: a literatura de língua portuguesa; a literatura brasileira, literatura regional; literatura baiana; literatura comparada, com os enfoques em obras publicadas e em documentos primários de acervos literários das artes eruditas e populares. Tudo isso com vistas a contribuir para a discussão sobre as interfaces entre literatura e a diversidade cultural brasileira no contexto teórico e crítico internacional, para fortalecer as práticas de profissionais da crítica literária e do ensino de literatura, mobilizando o uso das teorias de identidades, do letramento literário, da oralidade e da escrita para embasar as leituras dos sentidos contemporâneos do discurso da literatura.
Recomendar esta página via e-mail: